HUSF comemora Mês da Sensibilização da Prematuridade


21/11/2018 11:27:42 Comunicação NOTÍCIAS

Conhecido como Novembro Roxo, o mês de conscientização da prematuridade é comemorado desde 2008 pela "March of Dimes", organização de caridade americana para prematuros e recém-nascidos. A iniciativa logo se espalhou para outros países.

Todos os anos a equipe do HUSF prepara um evento especial para comemorar a data. Este ano o evento aconteceu no dia 14 de novembro, em frente ao Ambulatório do hospital. Foi um momento de interação e reencontro das mães que tiveram seus filhos prematuros no HUSF e também de diversão para os pequenos.

Atendimento

As mulheres diagnosticadas com gestação de alto risco são encaminhadas ao HUSF. Ao todo, o hospital é referência para 11 municípios da região bragantina. De acordo com o Ministério da Saúde, “são considerados prematuros (ou pré-termos), os bebês que vem ao mundo antes de completar 37 semanas de gestação”.

O HUSF possui sete leitos de UTI neonatal e com ocupação média de 87%. O tempo de internação varia muito. Um bebê que nasceu com 800g, por exemplo, permanece internado cerca de dois meses. O hospital oferece auxílio psicológico às mães, também disponibiliza uma assistente social, além de uma sala conforto (chamada de “salinha das mamães”, onde elas podem descansar e tirar o leite).

Há também uma parceria com o setor de nutrição do hospital, que fornece almoço, café e jantar para as mães. As mulheres de outros municípios que não têm condições de vir até o hospital, conseguem o transporte com a prefeitura de cada cidade mediante uma carta fornecida pela equipe de pscicologia.

Tudo é pensando para que as famílias tenham o máximo de conforto e informações sobre os bebês. Elas podem tirar as dúvidas diretamente com os médicos e enfermeiros durante todo o dia. Esse vínculo permanece após a alta dos bebês. Inclusive, no setor da UTI neonatal, há um mural com fotos e depoimentos das famílias e é comum que as crianças visitem a equipe do hospital durante anos.

Após a alta hospitalar os bebês realizam o acompanhamento no Ambulatório de Prematuridade com o pediatra. Eles saem do hospital com as primeiras vacinas (Hepatite e BCG) e ainda com o teste do pezinho, orelhinha e língua.

O hospital também prepara as mães para cuidarem das crianças. Os bebês que já estão quase alcançando o peso ideal são transferidos para o setor de baixo risco, na pediatria. Nesse local, os bebês já ficam com as mães, assim, quando recebem alta, elas já estão mais seguras para cuidar dos filhos.


Tags:  

Galeria